30/04/2014

Qual cuba escolher para seu banheiro?

Oi amigos!
Hoje vou mostrar quais os tipos de cubas existentes para banheiros, para você escolher a que melhor combina com o seu estilo!
Cubas podem ser o elemento de destaque dos banheiros. Sempre que possível, é aconselhável fazer com que a bancada seja o elemento que se vê ao abrir a porta, ao contrário do vaso sanitário, por exemplo. Os tamanhos e formas das cubas são muito variados, podendo ser arredondadas ou retas – sendo as primeiras mais práticas em termos de limpeza; altas ou baixas; estreitas ou largas. Alguns modelos podem vir com furos para torneira e suporte para toalhas na própria peça. Os materiais podem ser cerâmica, vidro ou até no mesmo material da bancada. As diferentes nomenclaturas vêm do tipo de instalação das cubas. Conheça melhor cada uma delas:

CUBAS DE APOIO
Peças colocadas inteiramente sobre a bancada, necessitando apenas do furo para escoamento da água. As torneiras para este tipo de cuba devem ser de parede ou então precisam ser mais altas do que a cuba utilizada, e a altura da bancada deve ser menor do que nos outros casos.








CUBAS DE SEMI-ENCAIXE
Ideais para situações em que a bancada tenha pouca profundidade, pois ficam com a parte frontal suspensa, ou seja, fora da área da bancada.





CUBAS DE EMBUTIR
Tipo mais comum e conhecido, é colado por baixo da bancada. São os modelos mais econômicos, e que conferem visual mais simples. A bancada precisa ser feita com um recorte na medida exata da cuba.




CUBAS DE SOBREPOR
Embutidas pelo lado de cima da bancada, deixando uma moldura aparente. Também exigem que a bancada seja recortada precisamente na forma da cuba. Devem ser utilizadas quando a intenção for dar destaque à cuba, deixando-a mais robusta.




CUBAS DE PAREDE
Assim como as cubas de semi-encaixe, podem ser utilizadas quando as bancadas forem pouco profundas, mas com a vantagem de nem precisarem de qualquer bancada, já que ficam afixadas diretamente na parede. Ideal para utilização com bancadas de vidro ou outros materiais que não suportem o peso de uma cuba convencional.





CUBAS ESCULPIDAS
São as cubas feitas no mesmo material que a bancada, como granito, mármore, corian, silestone, compondo uma peça única. Muito utilizadas para fazer o ralo desaparecer, deixando a base em forma de rampa, com um rasgo no fundo. Embora não sejam a alternativa mais barata, custam menos do que as peças prontas que possuem o mesmo mecanismo.




Beijucas!

29/04/2014

Graffiti: da rua para sua casa!



Há alguns anos, ter uma parede da residência grafitada seria impensável. Hoje, isso é mais comum do que parece. A manifestação artística que nasceu nas ruas deixou, pouco a pouco,  de ser vista com preconceito e conquistou o status de arte. Não demorou para o grafite fazer parte da decoração das casas.

Como uma expressão artística, o grafite – não importa como sejam os desenhos, quais sejam as cores ou os artistas responsáveis – confere grande personalidade ao ambiente, portanto deve representar muito bem aquele local e quem vive ali. O trabalho feito pelo artista Binho Ribeiro no apartamento do arquiteto David Bastos é um exemplo disso. “Localizado no Rio de Janeiro, ele recebeu meus peixes e polvo, que levam a energia do mar a quem visita a casa”, conta Binho.

Também foi assim que o grafite entrou em um projeto elaborado pela arquiteta Paula Magnani. Como o jovem dono do cômodo admira muito essa arte e é um grande fã de rock, a arquiteta sugeriu que fosse feito um quadro que unisse as duas coisas. Foi então que o artista Sergio Cabral entrou em cena. “O quadro expressa o perfil do morador: despojado, jovem e apaixonado por música”, diz Paula.
Ambiente criado por Karin Ricciardi (Foto: Divulgação)

Ao contrário dele, no projeto da arquiteta Karin Ricciardi, o grafite é protagonista. Basta chegar ao apartamento, para dar de cara com ele. O trabalho feito por diversos artistas ocupa uma parede inteira do hall de entrada. “Como o morador é um homem solteiro, que viaja muito, quando ele está no Brasil, ele quer receber os amigos. Por isso, ele pediu que o espaço fosse valorizado e com poucos móveis, o que também dá mais liberdade para criar combinações", explica Karin. Neste caso, não é preciso nem entrar na casa para saber que ali mora um homem despojado e moderno.

Sobre o melhor local para dar vazão ao trabalho, a arquiteta diz: “não necessariamente precisa ser feito em ambientes amplos, depende do tema. O que o grafite faz é dar vida ao ambiente e isto você pode adequar a qualquer tipo de ambiente, amplo ou reduzido. Um hall pequeno todo grafitado é muito interessante e possível, afinal não passamos tanto tempo nesse espaço”.

Veja mais algumas ideias!








** Globo

28/04/2014

Puffs



Os puffs funcionam como mesa lateral e descanso para os pés, além de acomodar aquele convidado extra. Eles também são certeiros para quem deseja mudar rápido a decoração. 

Veja algumas ideias de como e onde utilizar essa peça coringa na decoração.


















Jardim Vertical (2)

Olá amigos!
Já postei uma vez sobre como fazer um jardim vertical, lembram?
Agora olhem as muitas outras opções para se fazer um!
INspirem-se!



Bela vista da sala

Em blocos de concreto!


 

Linda área de lazer


Era um vez garrafas pets + um varal velho

*-*

Painel

Muro verde!

Horta na calha de PVC + Belas floreiras

Muitas bromélias! *-*


Vasos cerâmicos + painel de madeira


BeiJUcas! ;*